Inovação

O sistema de incentivo à Inovação é outro dos eixos de intervenção do Programa Operacional Fatores de Competitividade (COMPETE), no âmbito do QREN.
Este incentivo e apoio ao investimento pretende estimular a inovação, através da produção de novos bens e serviços em Portugal ou o melhoramento significativo da produção, aplicando inovações organizacionais e transferência de conhecimento.

Para além disso, a medida visa a expansão da capacidade produtiva dos setores englobados, através da introdução de melhorias tecnológicas e reforço da sua orientação para mercados internacionais.
O sistema de incentivos Inovação pretende, ainda, estimular o empreenderismo qualificado e o investimento em novas áreas com potencial de crescimento.

Incentivos Inovação

Os apoios atribuídos assumem a forma de incentivo reembolsável (exceto para o caso de formação de recursos humanos no âmbito do projeto aprovado) e são concedidos através do cumprimento das seguintes condições:

  • Incentivo sem pagamento de juros ou outros encargos;
  • Prazo de financiamento até 6 anos, com um período de carência de capital de 3 anos
  • As amortizações são efetuadas em prestações semestrais, iguais e sucessivas.
  • O incentivo poderá ser convertido em não reembolsável até ao montante máximo de 75% do incentivo reembolsável concedido.

QREN - Inovação - IncentivosÂmbito Setorial do sistema de incentivos Inovação

(segundo a Classificação Portuguesa das Atividades Económicas (CAE), Revisão 3)

  • Indústria - Divisões 05 a 33 da CAE
  • Comércio - Divisões 45 a 47 da CAE (só para PME)
  • Serviços - Divisões 37 a 39,58, 59, 62, 63, 69, 70 a 74, 77, com exclusão do grupo 771 e da subclasse 77210, 78, 80 a 82, 90, com exclusão da subclasse 90040, 91, com exclusão das subclasses 91041, 91042,e 95, nos grupos 016, 022, 024 e 799 e na subclasse 64202 da CAE;
  • Turismo - Divisão 55 da CAE, nos grupos 561, 563, 771 e 791 da CAE; atividades declaradas de interesse para o Turismo que se insiram nas subclasses 77210, 90040, 91041, 91042, 93110, 93192, 93210, 93292, 93293, 93294 e 96040 da CAE;
  • Energia - Divisões da 35 da CAE (só produção)
  • Transportes e Logística - Grupos 493 e 494 da CAE e divisão 52 da CAE.

Em casos devidamente fundamentados e, em função da sua dimensão estratégica, pode o Órgão de Gestão do SI Inovação considerar, a título excecional, como objeto de apoio projetos de investimento incluídos noutros setores de atividade.
No âmbito de Estratégias de Eficiência coletiva podem ser considerados outros setores de atividade.
O apoio a projetos pertencentes a setores sujeitos a restrições comunitárias específicas, no âmbioto de auxílios estatais, devem respeitar os enquadramento aplicáveis.

Para conhecer todos os pormenores inerentes a estes sistemas de incentivos e apoios ao investimento, a Dual Up Consulting disponibilizará uma equipa de especialistas nesta área, que aconselhará a melhor opção para a operacionalização do seu projeto.

Saiba mais

Candidaturas ao sistemas de incentivos Inovação

A candidatura ao Sistema de Incentivo Inovação processa-se através da aberta de concursos, (à exceção dos projetos de regime especial e de interesse estratégicos) publicados no respetivo website

  • O aviso de abertura de concursos são divulgados, através dos websites na Internet do QREN do COMPETE.
  • As candidaturas deverão ser submetidas pelo mesmo sistema, com as informações correctamente configuradas.


Para conhecer todos os pormenores inerentes a estes sistemas de incentivos e apoios ao investimento, a Dual Up Consulting disponibilizará uma equipa de especialistas nesta área, que aconselhará a melhor opção para a operacionalização do seu projeto.

Fechar

A sua empresa quer inovar nos produtos/serviços ?

* Este site respeita o novo acordo ortográfico